Quem sou eu

Minha foto
Publicarei noticias esportivas de guarapuava e região , e algumas fotos da história do futebol em guarapuava .

quarta-feira, 6 de fevereiro de 2013

HISTÓRIAS DE GUARAPUAVA (6)

Foto: HISTÓRIAS DE GUARAPUAVA \
A amizade é o ingrediente mais importante na receita da vida.O episodio a seguir foi relatado pelo saudoso amigo Joarezinho do Pandeiro era frequentador assiduo do antigo Senadinho Senado, contou ele que seguiram num final de semana para o alagado de Foz de Areia um grupo de amigos do Bar Senadinho, entre eles os inseparaveis Puskinha e Mané, companheiros que nao se largavam.Numa tarde ensolarada estavam pescando os dois amigos em um bote, a manguaca era grande que num descuido o barco afundou, Mané já na agua desesperou e gritou por socorro. Como nao tinha ninguem para socorre-los Puskinha o amigo mais calmo incentivava o companheiro a nao desistir de viver e bracadas apos bracadas, a margem do lago nao chegava, exauridos de forcas os dois amigos desistiram de nadar e se abracaram. A vida para os dois se acabava naquele momento a amizade era enorme se olharam e na hora final os dois ainda tinham forcas para elogios mutuos, um dizendo para outro que era seu melhor amigo e largaram o corpo para perecer nas aguas da represa, quando soltaram os pes para o fatidico obito aconteceu o milagre, eles estavam na parte rasa e terra firme, estavam salvo, aliviados voltaram para o acampamento nao contaram para ninguem mais nao escaparam da otica de joarezinho que presenciou esta história.


A amizade é o ingrediente mais importante na receita da vida.O episodio a seguir foi relatado pelo saudoso amigo Joarezinhos do Pandeiro era frequentador assíduo do antigo Senadinho , contou ele que seguiram num final de semana para o alagado de Foz de Areia um grupo de amigos do Bar Senadinho, entre eles os inseparáveis Puskinha e Mané, companheiros que não se largavam.Numa tarde ensolarada estavam pescando os dois amigos em um bote, a manguaça era grande que num descuido o barco afundou, Mané já na aguá desesperou e gritou por socorro. Como não tinha ninguém para socorre-los Puskinha o amigo mais calmo incentivava o companheiro a não desistir de viver e braçadas apos braçadas  a margem do lago não chegava, exauridos de forcas os dois amigos desistiram de nadar e se abracaram. A vida para os dois se acabava naquele momento a amizade era enorme se olharam e na hora final os dois ainda tinham forcas para elogios mútuos  um dizendo para outro que era seu melhor amigo e largaram o corpo para perecer nas águas da represa, quando soltaram os pés para o fatídico óbito aconteceu o milagre, eles estavam na parte rasa e terra firme, estavam salvo, aliviados voltaram para o acampamento não contaram para ninguém mais não escaparam da ótica de joarezinhos que presenciou esta história.


Nenhum comentário: