Quem sou eu

Minha foto
Publicarei noticias esportivas de guarapuava e região , e algumas fotos da história do futebol em guarapuava .

segunda-feira, 31 de maio de 2010

UNIDOS PELO BATEL


DR. ANTENOR GOMES DE LIMA TRABALHO SÉRIO NO BATEL







Estamos em 2010, mês de junho, ano de Copa do Mundo onde todos estão focados, ligados com vai ser o desempenho do nosso selecionado canarinho rumo ao hexa, só se fala isso em todo o lugar, nas igrejas, bares, praças, bancos enfim no comercio em geral. Ano político, como teremos eleições em outubro estou analisando no quadro esportivo cidades que não costumeiramente disputam algumas atividades ou modalidades esportivas, visualizo algumas novas cidades que mostram algumas equipes que a representam, enfim só porque é ano de eleição. Bem vamos falar o que interessa ,em 2009 eu dirigia as categorias de base da A.A. Batel, e o grande sonho de todos era a volta desta agremiação a disputar o futebol profissional, tudo se encaminhava pra isso, até que chegou o momento decisivo, o arbrital da terceira divisão, representei o clube na reunião das Federação Pr, com objetivo definido de registrar a volta do batel ao profissionalismo depois de mais de 7 anos inativo e desfiliados , concretizado a intenção e confirmada a participação nos restava estabelecer metas e planejamento, mais pouco tempo depois fui convidado as pressas pra uma reunião na sede do clube com seu Alfredo Gelinski, chegando ao local sem demora me relatou que teríamos que retirar a inscrição do clube para a disputa da terceira divisão, pelo motivo que ele não se encontrava em boa condição de saúde e por ordem médica não poderia fazer esforço físico e mental. Aquela revelação me deixou estarrecido, pois era sabido que haveria uma multa de 50 mil reais e desfiliação da entidade como equipe profissional que depois de feita inscrição houvesse desistência da competição, sabia eu o esforço deste dirigente e sua dedicação para resgatar o futebol em nossa cidade, o departamento de categorias menores já estava em atividade. Pensei rápido e pedi ao Sr. Alfredo G elinski o prazo de três dias para eu tentar organizar um conselho gestor, pois sabia que a não disputa acarretaria com o falecimento do profissionalismo em nossa cidade, percorri o município entrei em contato com varias pessoas, umas contrarias ao projeto até com palavras muitas vezes grosseiras, mas não desanimei e encontrei num grupo de amigos o apoio necessário, todas pessoas simples como eu, mas disposto a ajudar na medida de seu alcance. E foi o nome do Vereador e médico Antenor Gomes de Lima a figura principal, que já tinha vestido esta camisa na função voluntária de chefe do Departamento médico em épocas passadas, aceitou a missão de dirigir um conselho gestor onde figuravam seus amigos Edson Kruchinski, Paulo Ianesko seu irmão Alaor e minha pessoa, com disse todos os partipantes gentes simples, mas sempre ligados de um modo ou outro a algum tipo de esporte. Aceito o desafio já chegavam os primeiros problemas, como gerir uma equipe profissional saindo com caixa zero, Dr. Antenor, percorreu a cidade em conversas com amigos, pedindo ajuda e foi nos seus companheiro na câmera municipal que engajaram quase que na sua totalidade uma ajuda financeira que era urgente a taxa de inscrição, arrecadado este primeiro objetivo corremos atrás para a formação do grupo de atletas e comissão técnica pra disputa da competição que começaria em poucos dias, sem recursos optamos por selecionar atletas da própria cidade entre amadores e juniores que poderiam firmar compromisso de treinar diariamente que não prejudicasse alguma função de trabalho que exercessem., pois não teriam salários fixos e sim ajuda custos , através da venda do carne sócio torcedor a qual cada um receberia uma quantia pra venda. Comissão técnica ficou o cargo para mim e Alaor, que já tínhamos experiências anteriores, Conseguimos montar uma equipe jovem mais inexperiente quase todos estreantes no profissionalismo, muitos outros queriam fazer parte deste grupo, só não poderiam treinar diariamente o que não foi possível incorporá-los no elenco. Disputamos o campeonato que se mostrou de alto nível, estreamos em casa vencendo a forte equipe do Cascavel Fc com o maior publico do certame perto de duas mil pessoas, entre altos e baixos dentro da competição com vários atletas com contusões pela carga de trabalho recebida muitos não estavam acostumados aos trabalhos diários não fizemos uma boa campanha, mas nos mostrou que pode ser feito um bom trabalho a nível profissional, com maior tempo hábil, com um planejamento antecipado de orçamento, sem pressa poderíamos montar uma equipe mais competitiva. O importante neste projeto passado é ressaltar todas as pessoas que participaram em cima da hora, e que foram convocadas pra resgatar o profissionalismo em nossa cidade e mesmo com criticas muitas vezes sem nexo, vestiram a camisa e foram à luta sem preocupar de se auto promover e sim de fazer o trabalho que se propuseram e aceitaram e concluíram. Parabenizar aos atletas que mantiveram esta equipe no profissionalismo, ao torcedor que prestigiou as partidas a parte da imprensa que sabia das dificuldades, mesmo nos fazendo criticas em certos momentos o que é normal, pois quando entra em uma competição e não traz os resultados necessários que desejamos você é cobrado, mas contra tudo e contra todos, o que mais sinto orgulho é ser amigo do Dr. Antenor Gomes de Lima, pessoa humilde dentro de sua simplicidade, honesta, amigo de longa data se desdobrar, correr atrás, se sujeitar a pedir colaboração financeira, muitas vezes não atendida, quando não obtidas tirar de seu ganho profissional para arcar com despesas de viagens. Se o Batel está respirando futebol profissional, temos que agradecer alem do conselho gestor e sem demagogia a este ilustre cidadão Guarapuavano e grande amigo Dr. Antenor, que batalhou não mediu esforços para manter esta equipe no profissionalismo sem pensamento político, pois quem o conhece reconhece isso na sua pessoa e sim por sentir necessidade naquele momento difícil que para se manter-se na competição dependia de um apoio e assim o fez, não correu da raia nos momentos dificieis, esteve sempre presente, e transparente é sua vida, sempre dedicado as causas e dificuldades sociais da sua comunidade que é Guarapuava a sua Cidade.Em 2010 deve ser mantido o futebol profissional, não importando quem o administre, o importante é nos termos um representante para nos dar mais um dia de lazer no final de semana , pois no sábado já nos orgulhamos do nosso futsal.




BATEL 2009


Em pé- Juliano, Pedro, Marcio Bode, Allison Sandrão, Rafael Moraes, Mauricio Grilo,Lucas ianeSko, Vinicius Ianesko e Paulo Ianesko(Diretor).

Agachados- Otávio, Rodrigo Pato, Michel , tinga, Dino, Adrianinho, Guilherme Jacaré e Marcelo Rabugento .



APRESENTAÇÃO HINO NACIONAL



JOGADOR CARECA COMEMORANDO GOL CONTRA CASCAVEL




TORCIDA PARTICIPANDO DO JOGO





3 comentários:

Ewerton disse...

eu tenho 21 anos, e a coisa que eu mais gostavade quando era pequeno, era de ir no domingo ver os jogos do batel com o meu pai.
Foi muit bom sentir aquela sensação de estar no estadio denovo, vendo o Batel jogar a torcida apoiando e tudo mais, espero que o batel se reencontre denovo, pq com pessoas como vcs é que o futebol merece, honesta e trabalhadoras. Torço muito para que o batel volte a ser como era antigamente!

Professor Dallalibera disse...

Vai voltar e com força total. Estaremos lá, pagando o ingresso e prestigiando essa nossa equipe. Vamos torcer para o projeto já esteja pronto e o time comece desde já (antes da copa) a disputar a 3ª Divisão!!!!

joeelpolentero disse...

Ola, soy de Argentina, troco una camisa vermelho e preto, de Batel, por alguna de mi pais.-Obrigado
Fidel

joeelpolentero@yahoo.com.ar