Quem sou eu

Minha foto
Publicarei noticias esportivas de guarapuava e região , e algumas fotos da história do futebol em guarapuava .

quarta-feira, 4 de fevereiro de 2015

MINHA NAÇÃO...

O ano DE 2014  ficará marcado na mente de milhões de pessoas nesta bola cósmica que se chama Terra. A Copa do Mundo no Brasil serviu para mostrar a todos os continentes como que é a vida e o cotidiano do nosso povo.  Este abençoado evento vai mudar o paradigma do olhar do ‘‘ O outro”, não o estereotipo formulado nos séculos anteriores, onde o diferente , estava impregnado nas frases de navegantes em suas anotações, que muitas se tornaram fatos como citou Jean de Lery  no seu livro Viagem a terra do Brasil(1578) referenciando os índios Tupinambás assim ele descreveu
[... o homem nu e bem proporcionado...]
O viajante que veio nos prestigiar com sua presença mesmo efêmera, esta brevidade será marcada por saudades. Momentos como deliciar a mulher brasileira na praia de Copacabana e se lambuzar pela farta culinária das Baianas, o churrasco abundante dos Gaúchos, se deleitarem na arte e cultura nativista este mosaico de prazeres que este Brasil oferece esta transculturação esta mistura não será fácil o esquecimento. As dissimilitudesa qual ele vive em seu país, sua cidade, estas diferençasvividas em loco, ver a afetividade do povo que não tem vergonha de demostrar afeto em publico, os casais se beijam sem mostrar constrangimento, este povo que sempre tem um sorriso essa magnitude consegue reunir varias nações, esta heterogeneidade que é instigante, para mostrar pessoas alegres que aceita todos de braços abertos. Só um evento como essetem seu momento próprio para sentir como se faz essa interação, como cada visitante vai relatar no seu diário, está ambiguidade, cada um contando a sua história, realmente fascina,...Um gênero Hibrido..., não encontrará um relato igual ao outro, na visão proposta por Jam Born a de que o relato de viagem é um gênero hibrido, compreender as diferenças marcantes entre um relato a outro. Mais não é só a comida,frutas, praia e sol, as maravilhas das belezas naturais como montanhas, rios, vegetação múltiplas...É tudo diferente por isso ao analisar tais imagens é difícil de fazê-lo sem o conceito e a perspicácia do ”olhar “( Jacques Lacan(1901-1981).
[... É interessante refletir em termos de olhar ocidental... o olhar do turista ou o olhar masculino. O olhar frequentemente expressa atitude sobre as quais os espectadores pode não estar conscientes, sejam eles de medo, ódios ou desejos projetados no outro...] ( Burke , Peter testemunho ocular, 2004).
O Brasil oferece paisagens inúmeras que mais parecem um acervo de quadros dos maiores celebres pintores da humanidade.
[... paisagem é uma realidade concreta e compartilhada tridimensionalmente...]... (Jackson ,Johon B. Yale, Universiad Press, 1984 p.05)
[... não é a mão que pinta, mas o olho que seleciona, enquadra foca e edita]... (Andrews, Malcoln, LANDSCAPE END WESTERN ant, 1999 p.01)
O Brasil‘‘ Belo “ , esta será a dinâmica dos visitantes quando contarem suas histórias pelo mundo, de um povo saudável, felizes, religioso nas suas convicções, simples demais pelo afortunado poder de riqueza naturais que transbordam nos recantos de seu enorme território.
[...Marco Polo “ sem pedras , o arco não existe “...] (Calvino Ítalo, as cidades maravilhosas 1990 p. 09).

Definindo a nação verde e amarela, o País é uma ponte sendo seu lindo arco, mais quem a sustenta é as pedras que são o seu povo. Os brasileiros são muito vivos e cheio de alegria, o coração e a alma deste país maravilhoso são os brasileiros. A forma e a amabilidade de receber pessoas e a alegria e a simplicidade do povo é desnuda de maldade e de grande proporção de carinho que é o legado que o visitante levará, para mudar a história, pois somos alegres e felizes pelo fato de estarmos simplesmente vivos. E o futebol... Sei Lá.

Nenhum comentário: